Desenho


Alex Gross. Now and Then (Gingko Press)

Verdadeiro diálogo entre formas populares da memorabilia e apropriação da memória individual e popular, esta é uma colecção de fotografias vintage retocadas e transformadas pela pintura de um dos nomes mais consolidados do dito “Surrealismo Pop” norte-americano. Bebendo da cultura popular da televisão, cinema, e banda desenhada, estas fotos de pessoas anónimas do século XIX transformam a “found art” em “fun art”.

Capa cartonada, 20 x 14 cm., 114 pgs. 15 Euros.

Adicione ao carrinho




Enki Bilal, Graphite in Progress (Barbier & Mathon)

Enki Bilal é um artista renomado e um desenhador compulsivo, autor de bandas desenhadas de referência de que a mais conhecida será porventura a trilogia Nikopol. Mas nem só da ampla circulação do trabalho impresso e visível se faz o percurso do artista que viu na exposição e edição de Graphite in Progress pela galeria Barbier & Mathon uma homenagem à expressão mais íntima e intimista do traçado de esboços e desenhos (em decalque ou inéditos) feitos a lápis. Uma obra que surpreende pela expressão menos virtuosa e mais calorosa das imagens.

Capa brochada e sobre capa em papel vegetal impresso, 16 x 20,5 cm, ca. 120 pgs. a cores.
40 Euros.


Adicione ao carrinho


Maria José Oliveira. A Geometria do Tempo (Documenta)

O trabalho de Maria José Oliveira é silencioso e moroso como o fazer do desenho que sustenta toda a sua produção, seja sobre papel, em tecido, argila ou pigmento. A Geometria do Tempo nasce de uma exposição homónima apresentada na Fundação Carmona e Costa em 2007, ela própria desenrolando-se em torno do conceito e objecto livro em que imagem e escrita geravam um corpo único para folhear. O texto introdutório é do filósofo e ensaísta José Gil que há muito acompanha o trabalho da artista.

Capa brochada, 15 x 21 cm, ca. 60 pgs. a cores.
15 Euros.


Adicione ao cariinho

Mark