Comment la mort est revenue à la vie. Muriel Bloch e Atak.





Comment la mort est revenue à la vie. Muriel Bloch e Atak. 35 páginas, cores; capa cartonada. Texto em francês. 25,50 x 30,50 cm. Thierry Magnier. PVP 21,70 Euros.

Num texto belíssimo que repesca um conto tradicional africano (Akan, para ser preciso, pois participa na história Anansi, o herói-trapaceiro aranha), e com imagens de um tropicalismo magnífico, eis um dois mais celebrados álbuns ilustrados da contemporaneidade que trata da morte, do luto e da perda. A Morte é a personagem principal, e viajamos até ao início do tempo. Que significarão todas estas transformações nas vidas humanas?


Voltar