Publicações


Por ocasião da primeira exposição, Fio da Navalha, publicámos Tomai e Comei, um livro que Pedro Proença criou para o filho no Natal de 2010. Trata-se de um livro único, em formato aproximado ao A4, com colagens, desenhos e um texto narrativo. Esta publicação está num formato mais reduzido, em capa cartonada e papel couché, numa tiragem de 300 cópias, 20 das quais assinadas e numeradas pelo artista.




Segunda edição de Retratos, de André Ruivo.
«Grande e pleno, com onze retratos onde o pastel não teme sujar o papel. Retratos como eram os dos reis, do clero; mais tarde dos ricos comerciantes e burgueses; depois do povo, dos vizinhos, da família… André Ruivo preenche o olhar do leitor com a expressão celular do pastel de óleo. Obriga-nos a ver a pele das páginas, completa-nos a interpretação dessa coisa inusitada que é olhar o olhar dos outros pela luz da criatividade. E, estranhamente, fá-lo de um modo "clássico"». Assim descreveu João Eduardo Ferreira este álbum ficcional, inventivo e afectivo, de André Ruivo agora reeditado pela Tinta nos Nervos em associação com The Inspector Cheese Adventures, chancela do autor. A concepção gráfica continua a ser de Jorge Silva, mantendo-se integralmente as características singulares deste trabalho: a dimensão num tamanho A3, a intensidade cromática das figuras, a proximidade gerada pela tonalidade calorosa do papel e do manuseio em escala desmedida com o (sugerido?) desdobramento entre quem vê e é visto.



Mark